MPE: 90% da frota do transporte escolar tem problemas de manutenção no TO

Um levantamento feito pelo Ministério Público Estadual mostra que 90% da frota do transporte escolar no Tocantins tem algum tipo de problema de manutenção ou falta de itens de segurança que são obrigatórios. As irregularidades foram constatadas pela promotoria em 463 dos 507 veículos utilizados para levar estudantes da zona rural às escolas nos 139 municípios.

Recentemente um caso em Natividade, no sudeste do estado, acabou chamando a atenção. Os alunos eram levados até no porta-malas de um carro porque os ônibus estão parados na garagem do município sem manutenção. O improvido, de acordo com os pais, é constante.

“Só sossega o coração quando eles chegam de noite. 19h, 20h, que eles chegam, aí que eu consigo acalmar meu coração”, conta a dona de casa Natalina Pereira.

O veículo teria sido alugado pela prefeitura para o trajeto de quase 40 km que é praticamente todo em estradas de terra. “É muito apertado para chegam na escola, fica mais frouxo só quando a metade dos alunos desce, aí a gente chega com a perna doendo, com braço doendo, com o corpo doendo”, conta a estudante Ana Júlia Gomes, de 11 anos.

A Prefeitura de Natividade afirma que a situação foi um caso isolado e que o motorista foi afastado. Sobre a falta de manutenção, o governo do Tocantins disse que liberou, só em 2019, mais de R$ 13 milhões para os serviços. Disse ainda que para a prefeitura de Natividade foram repassados R$ 192 mil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *