Justiça suspende processo seletivo com quase 200 vagas da prefeitura de Paranã

O juiz Márcio Soares da Cunha, da comarca de Paranã, decidiu suspender o processo seletivo simplificado da prefeitura da cidade que iria selecionar 196 novos servidores para a município. Ele tomou a medida após um pedido do Ministério Público Estadual que apontou que a gestão descumpriu decisões judiciais anteriores para a realização de concurso.

A medida para a suspensão é liminar e cabe recurso.

O processo seletivo era para as áreas de Administração, Saúde e Educação, com cargos para os níveis fundamental e médio. As remunerações chegaram a R$ 1.917,78 de acordo com o nível e a carga horária.

O magistrado que suspendeu o processo estabeleceu multa de R$ 10 mil por dia em caso de descumprimento. O prazo para que um concurso seja organizado é de 60 dias.

O MPE apontou que o desrespeito às decisões anteriores pode configurar improbidade administrativa por parte do prefeito Fabrício Viana Camelo. A promotoria entrou com uma ação contra ele na Justiça.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *